Cozinha de Lavoisier

Na cozinha nada se perde, nada se cria: tudo se transforma.

Colhendo frutos

Leave a comment

Hoje nossa postagem é diferente. Não vou dar nenhuma receita, apenas agradecer o carinho de quem acompanha o blog e tem experimentado as receitas em casa. Confesso que quando criei o Cozinha de Lavoisier, em um momento de sufoco, pensei que quase ninguém ia ligar. Joguei uma sementinha em uma terra que não sabia se era fértil. Enorme foi a minha surpresa quando amigos e conhecidos começaram a fazer as receitas em casa. “Ai, fiz o bolo de banana”, “Mari, fiz o peixe no papelote”. Ouvir essas coisas foram me dando vontade de continuar… e não é que a sementinha deu frutos?

Esse ano foi bem complicado. Se vocês se lembrarem do contexto em que o blog foi criado, fica fácil entender. Me mudei para São Paulo para participar do treinamento editorial da Abril. Não tive trabalho fixo e em muitos meses, a grana estava tão curta que até comer era complicado. Ao mesmo tempo, nunca abri mão de me alimentar bem, de cozinhar para mim e para meus amigos. Improvisar foi preciso. Muitas vezes, não havia muita solução – fiquei um tempo sem cozinha equipada, e por isso, sem alimentar o blog. Também foi um ano de muito trabalho e nem sempre dava para cozinhar. Foi preciso muito jogo de cintura. Ainda é. Mas aos poucos as coisas estão se ajeitando, e a previsão para 2014 é a melhor possível. Com tudo se encaixando, finalmente, terei mais tempo para me dedicar às comidas. O Cozinha está cheia de novidades no forno e em breve iremos saborear tudo (:

Por enquanto, deixo vocês com duas matérias sobre o blog publicadas recentemente. Uma do Correio Braziliense, do final de 2013, e a outra da Revista Muito, que saiu domingo passado (12/01). Basta clicar nas imagens para amplicar e ler, ok? Estou radiante com as duas, é muito bom ver  que todo o meu esforço está valendo a pena. E também que as pessoas estão colocando a mão na massa! Obrigada a todo mundo que lê nossas receitas e vamos fazer de 2014 um ano ainda mais gostoso.

página 1 página 2 cozinhando para 1 comp

cozinhando para 1 com cozinhando para 1 com1 cozinhando para 1 com2

Advertisements

Author: Mariele Góes

A única constante na minha vida é que gosto de cozinhar. Já tentei ser fotógrafa, já toquei em banda, já ataquei de dj. Me formei em jornalismo e estava indo bem, até trabalhava em uma grande revista nacional, mas achava tudo chato. Resolvi estudar gastronomia como um hobby e de repente me vi totalmente envolvida. Larguei tudo, recomecei do zero e hoje estou radiante por passar 12h por dia de pé, mexendo com fogo e facas. Formada em gastronomia pela Anhembi Morumbi, em São Paulo, e me especializando em cozinha francesa na Ferrandi Paris.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s